O que é:

Conjunto de procedimentos (exames e acompanhamentos) necessários para que o paciente que deseja fazer uso de lentes de contato tenha segurança em seu uso.

Indicações:

As lentes de contato podem ser adaptadas com finalidade estética e terapêutica. Para algumas pessoas a visão com lentes de contato é melhor do que com óculos. Para outras, melhoram a estética aumentando a autoestima.

Nem todo mundo pode fazer uso de lentes de contato. O Médico Oftalmologista é quem deve determinar quem é bom candidato. O médico estuda o grau e a curvatura da lente a ser adaptada, bem como o melhor tipo a ser usado.

Como é realizada:

O candidato à adaptação de lentes deve ser submetido a exames oftalmológicos minuciosos (topografia, paquimetria e microscopia). Esses exames, aliados a uma boa indicação, permitem uma avaliação preliminar apropriada. Depois disso paciente recebe orientações quanto ao acompanhamento necessário e uso das lentes

Orientações ao paciente:

  • Tipos de lentes de contato:
    • Gás Permeáveis (siliconadas e fluorcarbonadas) – são feitas com materiais que permitem a passagem de oxigênio para córnea. Por isso são consideradas mais saudáveis e mais toleráveis do que as lentes de PMMA. As principais indicações para uso de lentes de contato gás permeáveis: são ceratocone; astigmatismo irregular; cicatrizes corneanas e astigmatismo maior do que 2 dioptrias (grau).
    • Hidrofílicas (gelatinosas) – são feitas com material flexível, sendo confortáveis desde o período de adaptação. As principais indicações para uso de lentes de contato hidrofílicas (gelatinosas) são: finalidade estética (miopia, hipermetropia, presbiopia); uso terapêutico (reduzir a dor causada por erosões, abrasões e úlceras de córnea); prática de esporte e uso esporádico.

Main Menu